Artista: Xamã
Single: Rap Box Ep. 127 – Hades [Prod. Scooby] Ano: 2017
Faixas: 1

LETRA:

[Verso 1] Eu que mando nessa porra
Poesia preta
Cometa, Sodoma e Gomorra
James Bond sem maleta
Zé buceta, estrada do campin’, Cachamoa
Sou vira-lata, capeta que não dá pata
E te mata na letra
Anota a placa, com a mina em volta, gata
Batom, pimenta malagueta
Salve pra geral que confiou no meu trabalho
Eu confesso, sofri pra caralho
Vi gente que amava ir embora
Chorar sozinho e pensar: E agora?
Quem disse que homem não chora
Teatro dos vampiro é Nossa Senhora
Comemora, esconde a bolsa se o bonde passa
E some dançando junto com a fumaça
Sou contratempo, sou blackjet
Intenso e venço, style free
SP tá frio, eu tô hipertenso
Nunca incluíram os rato no censo
Fugir pro espaço, passar em Vênus
Levar um kunk, melhor que temos
The Donnie Darko, uma track foda
Quinto Andar de 2004
Ô, garoto, acorde, isso num é pra tu
Cê tá de marola, assalto a banco nunca dá certo
E a digital ficou na pistola
Eu fui no centro e vi mil pessoas
Todas sozinhas, em movimento
Pagando a Hades com RioCard
Afundaremos seu Titanic
Até mais tarde
Então veremos, seu cão covarde
A meros mortais nós não tememos
O beat fluindo e eu vou à vontade
Tomando um chá com Itachi da Akatsuki
Fui recomendado por Gatsby
De 4-4 automatic
Viemos de Atlantis de jetski
Matamos Itachi da Akatsuki
Fugimos no carro do Gatsby
Caneta em modo automatic
Desci tsunami de jetski
Xamã tá brotando na Akatsuki

[Refrão] Meia-noite e pouca
No leve de Johnnie Walker
De Evoke na missãozinha, esqueceram Macaulay Culkin, dei
Quatro bongadinha, fiz quatro show por dia
Fomo quatro bongadinha, mano
Malvadão pra tu, são
Meia-noite e pouca
No leve de Johnnie Walker
De Evoke na missãozinha, esqueceram Macaulay Culkin
Bangkok ou na fazendinha, dei
Quatro bongadinha, são quatro show
Ahn, ah
Malvadão pra tu

[Verso 2] Deixe seu recado após o sinal
Xamã chamando na rima na parede de manual
Estranho isso ser diferente pros outro, pra mim é normal
Nesse mato sem cachorro várias mina quer meu…
Hoje tem churrasco, Flamengo e Vasco
Pega dois litrão no Prego, depois eu devolvo o casco
Mas se eu bebo muito, no meu corpo não me encaixo
Segunda eu vou no Poupatempo fazer meu cadastro
Na levada eu gasto
MC Xamã na rima já virou carrasco
Deus não é padrasto
Bonde fechadão, Madrugadão e do Nefasto
Seu sensei sou
Tô afim de ver os parente no Natal, ho-ho-ho
Olha quem chegou, flow inovador
Então abra a mente por favor
Eu vou pra esse rolé contigo
Quer correr perigo, é só contar comigo
Eu sou decisivo, é flow de bandido
Hoje a noite é uma criança que quer escrever um livro
Vem, vem comigo pra minha guaxa
Qualquer quitinete a gente encaixa
É zona oeste, abaixa abaixa
O bonde faz a festa, o bonde gasta
O bong rasta, rima testa
O rap adestra, eu cineasta
Eu tinha um Einstein na minha destra
Eu desenrolo no freestyle com o laser na minha testa

[Saída] Meia-noite e pouca
No leve de Johnnie Walker
De Evoke na missãozinha, esqueceram Macaulay Culkin
Bangkok ou na fazendinha, dei
Quatro show por dia, são quatro bongadinha
Como? Malvadão pra tu

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here